Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/05/19 às 11h34 - Atualizado em 16/05/19 às 11h55

18 de maio – Faça Bonito

COMPARTILHAR

 

18 maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Para marcar a data, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus-DF) promove diversas atividades de conscientização da população sobre o tema. A programação, que teve início no último dia 3 e segue até 23 de maio, inclui caminhadas, distribuição de material educativo, seminários e debates sobre o tema.

 

“Precisamos informar a sociedade sobre os tipos de violência sexual, para que ela consiga identificar essa violação de direitos, e os canais de denúncia. Nosso objetivo é engajar os cidadãos no enfrentamento a esse grave problema, presente em todo o país e não apenas no Distrito Federal”, destacou o secretário da Sejus, Gustavo Rocha.

 

No sábado (18), ocorrerá, das 14h às 18h, no Parque Ana Lídia (Estacionamento 12 do Parque da Cidade), a corrida Federal Kids – Todos Juntos com a Polícia Federal no combate à Pedofilia. Promovida com a parceria da Subsecretaria de Políticas para Crianças e Adolescentes da Sejus e o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, a corrida deverá reunir 350 crianças e suas famílias.

 

Para participar do evento, os interessados ainda podem se inscrever por meio do link: https://federalkids.com.br/evento/corrida-e-exposicao-federal-kids-etapa-brasilia-df/

 

Para ampliar os debates sobre prevenção e enfretamento à violência sexual, a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) realizará, no dia 20 de maio, a partir das 14h, uma audiência pública com a participação de especialistas e gestores que atuam com essa temática. O debate terá a presença de representantes da Sejus-DF, responsável pelas políticas pública da infância e adolescência no Distrito Federal. O combate à violência sexual também será abordado no seminário “Prosa em rede sobre proteção integral da criança e do adolescente”, entre os dias 22 e 23 de maio, no auditório da Câmara Legislativa do DF. A atividade é uma realização da Sejus, em parceria com a Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF), a CLDF e a Associação dos Defensores Públicos do DF (Adep-DF). As inscrições podem ser feitas na página escola.defensoria.df.gov.br.

 

Outra frente de ação para marcar o dia 18 de maio é a distribuição de material educativo para a população. Desde o início do mês, os conselhos tutelares promovem palestras em escolas, caminhadas, panfletagem em diversas cidades do DF para conscientizar os moradores sobre o tema. Já confirmara ações os conselhos do Gama, Riacho Fundo, Ceilândia, Paranoá, Sobradinho I e Fercal.

 

Data

 

Após forte mobilização, o movimento em defesa dos direitos de crianças e adolescentes conquistou a aprovação da Lei Federal 9.970/2000, que instituiu o 18 de maio como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A proposta é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade brasileira para o engajamento pelo fim da violência sexual.

 

O 18 de maio foi definido para a mobilização nacional porque foi nessa data, no ano de 1973, que um crime ocorrido na cidade de Vitória (ES) chocou todo o país. A menina Araceli, de apenas oito anos de idade, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. Os agressores jamais foram punidos.

 

Disque 100

 

Os cidadãos podem utilizar o Disque 100 para denunciar casos de violação dos direitos de crianças e adolescentes, incluindo a violência sexual. Apenas em 2018, o serviço registrou 141 denúncias de violência sexual no Distrito Federal.